Artigos

Você já teve a impressão de que vendedores são chatos? Você acha que um bom vendedor é aquele que te convence a fazer algo que na verdade você não quer?

vendo goll

E se eu te disser que essa não é a verdade? Pelo menos para mim, esse vendedor que você estava pensando, o chato, aquele que te convence a fazer o que você não quer, aquele de quem você foge, não é um bom vendedor. Se esse cara de quem estamos falando, conseguir te vender alguma coisa, como você vai se sentir depois? Vai querer voltar naquela loja, comprar de novo daquele vendedor? Eu diria que não!

No mercado do século 21 eu diria que o bom vendedor é aquele que sabe ouvir, que consegue identificar a sua necessidade, o seu desejo, te oferecer algo que vai te deixar satisfeito, e te transformar num cliente. E fazer isso atingindo o objetivo dele, que é efetuar a venda. Ou seja, todos satisfeitos!

Sabe quando você vê um bebê chorando porque quer algo? E até a mãe entender o que ela quer, e fazer, o bebê não vai parar? Pois é, ele está vendendo. Ele está contando para a mãe exatamente o que ele quer contar, e não vai desistir enquanto não conseguir o que quer. Ele sabe o que tem que fazer pra conseguir vender a idéia dele. E na maioria dos casos é chorar, tudo bem. Calma, eu não quero discutir e nem comparar o bebê com o vendedor chato, ou o não chato. Mas ele vai atingir o objetivo dele, seja fome, calor, fralda suja ou dar uma volta, e a mãe também vai, o que normalmente será deixar o bebê tranquilo. Ou seja, todos satisfeitos!

Sabe quando você diz: "Ah, eu não sei vender!" Você está, mesmo sem saber, vendendo. Você está vendendo a idéia de que não sabe vender.

Eu venho refletindo a tempos sobre o conceito de vender, e cheguei a conclusão que vendemos o tempo todo. E que saber vender é essencial. Ou você está vendendo um produto, ou uma idéia. Ou vende os seus produtos, as suas idéias, ou os produtos e as idéias de uma outra pessoa. Sempre. Se você precisa conseguir um emprego, você está vendendo a sua capacidade de trabalho, a sua força, a sua inteligência, o seu currículo... Se você é autônomo, você vende o seu produto, ou seu serviço. Se é empregado, geralmente vende suas idéias ao seu chefe, o seu tempo a empresa que te emprega. Se você tem um ideal, seja ele político, sociológico ou de qualquer outra natureza, você geralmente defende essa causa, e luta por ela, vendendo o seu tempo e o seu ponto de vista. 

E quero salientar que quando falo em vender eu não estou falando necessariamente de uma relação comercial, mas sim de uma relação social.

Chegando a esta este ponto, concluo que já que estamos sempre vendendo é melhor saber vender...

E estudar vendas é realmente muito interessante. Pois se aprede muito tanto sobre si mesmo quanto sobre a diversidade de tipos de clientes que pode-se encontrar por aí. Enfim, sobre relações, respeito, educação, autocontrole, autoconfiança...

E eu... Vou continuar aprendendo a vender!

 

Mais

DMC Firewall is a Joomla Security extension!